Lesson

Cinco classes de ativos

Como as inovações no mercado crescem sem parar, a BDSwiss fornece um número cada vez maior de ativos comercializáveis para a sua base de clientes. No curso a seguir, aprenderá todas as diferentes características de cada classe de ativos em relação à nossa oferta de produtos Forex e CFD.

  1. Forex / Pares de moedas

Também conhecido como Forex ou FX, os mercados de moeda envolvem o câmbio constante de moedas entre bancos e outros participantes do mercado. O mercado de câmbio estrangeiro é a maior classe de ativos do mundo e a mais líquida, com um volume diário de operações de mais de US$ 5 triliões.

Na nossa plataforma, pode negociar com Forex e CFDs em vários pares de moedas, incluindo todos os pares principais e secundários.
Todas as moedas possuem um código de três letras; o dólar americano, por exemplo, é cotado como USD. As moedas são cotadas em pares; o valor de um par é sempre definido em relação a um membro do par. Por exemplo, GBP/USD é o valor do dólar americano por libra. Os mercados de câmbio, ao contrário de outros mercados, estão abertos 24h nos dias úteis.

Exemplo:
O preço de EUR/USD é 1,10165 em 8 de janeiro de 2018 às 13:41. Neste momento, um EUR (Euro) equivale a US$ 1,10165 (dólares). Receberá sempre o preço na segunda moeda para cada unidade da primeira moeda.

Dicas de negociação
Se o Federal Reserve (FED) dos EUA votar para alterar as principais taxas de juros do país, isso pode afetar o valor do dólar dos EUA. Quando o Federal Reserve aumenta a taxa de fundos federais, por exemplo, isso normalmente reduz a pressão inflacionária e valoriza o dólar. O Federal Reserve (FED) decide as principais taxas de juros e a política monetária a cada mês.

  1. CFDs de commodities

O termo “commodities” refere-se a recursos naturais derivados da natureza. Eles são usados principalmente como matéria-prima para outros produtos. Neste sentido, as commodities são recursos que acabam sendo consumidos, por exemplo, petróleo ou ouro. Cada mercado de commodities terá os seus próprios ciclos particulares, determinados pela oferta e procura.

O que são contratos por diferença (CFD)?
Antes de nos aprofundarmos mais em commodities e outras classes de ativos, é importante explicar o que são CFDs. Os contratos por diferença (CFDs) são produtos derivados que são possíveis de negociar com base no comportamento do preço dos ativos financeiros subjacentes (como por exemplo, as commodities).

Um CFD é um acordo para negociar a diferença no valor de um ativo desde o momento em que o contrato é aberto até o momento em que é fechado. O que é realmente importante entender é que, ao operar com um CFD, nunca realmente possui o ativo ou instrumento que escolheu para negociar, mas ainda pode beneficiar se o mercado mover-se a seu favor, ou perder se o mercado mover-se contra si.

Nas nossas plataformas, pode negociar CFDs nas principais commodities do mundo. As mais comuns são ouro e petróleo, e ambas têm uma coisa muito importante em comum: em algum momento da história, foram escolhidos um peso e uma moeda específicos nos quais seriam negociados.

Exemplo:
O petróleo e, especificamente, o petróleo bruto, que é bombeado diretamente do solo, refere-se a um lote denominado barril, que corresponde a um montante de 159 litros e está cotado em USD (dólares americanos).

Dicas de negociação
Se um navio-tanque, carregando 400.000 litros de óleo, afundar, isso gera um grande desastre ambiental. O mar ficará muito poluído e animais marinhos cobertos de óleo serão apresentados na TV. Por mais trágica que essa notícia possa ser para a natureza, o mercado financeiro irá contabilizá-la. Visto objetivamente, essa quantidade de petróleo desperdiçada no oceano perdeu-se, o que significa que o fornecimento de petróleo diminuiu. O fornecimento limitado pode fazer com que o preço do petróleo bruto suba e, assim, criar uma oportunidade de negociação para o investidor de CFD.

  1. CFDs de índices

Um índice sempre representa um determinado mercado e mede o desempenho do preço coletivo de um grupo de ações, geralmente de um determinado país. Os índices são frequentemente usados para rastrear e comparar o desempenho dos mercados de ações.

Isso implica que o desempenho de cada índice é ditado pelo desempenho dos preços das ações subjacentes que compõem esse índice. Um índice é criado e calculado de forma independente, às vezes por um banco ou provedor de índices especializado como o Grupo FTSE. A escolha das empresas que compõem o índice é determinada pelas regras de cálculo do índice ou por um comité, mas nem todos os índices usam as mesmas regras.

Um índice de referência é o índice mais usado para rastrear a direção de um determinado mercado. Nas plataformas de negociação da BDSwiss, tem a capacidade de negociar no seu mercado preferido por meio de índices. Alguns dos nossos principais índices de referência incluem:

  • Dow – O Dow Jones Industrial Average, o índice original do mercado de ações, foi criado por Charles Dow em 1884. Ele segue a cotação das 30 maiores empresas da Bolsa de Valores de Nova York.
  • Standard & Poor’s 500 (S&P 500) – Esta é a medida de monitoração do mercado de ações dos Estados Unidos mais usada. Este índice rastreia os preços das 500 maiores empresas listadas na Bolsa de Valores de Nova York e na NASDAQ.
  • FTSE 100 – Lançado em 1984, o FTSE monitora os preços das maiores empresas por capitalização de mercado listadas na Bolsa de Valores de Londres.
  • Euro Stoxx 50 – Este índice foi criado para acompanhar os preços das 50 maiores ações dos países da Zona Euro.
  • DAX – fundado em 1988, o DAX monitora as ações das 30 maiores empresas listadas na Bolsa de Valores de Frankfurt.

O que movimenta os índices?
Os índices tendem a ser afetados por movimentos de mercado mais amplos, que podem determinar o preço de muitas empresas. Exemplos típicos incluem instabilidade ou incerteza política, estatísticas de inflação nacional, números de desemprego ou alterações nas taxas de juros.

Exemplo
Um índice muito popular entre os clientes da BDSwiss é o índice de ações alemão, comumente conhecido como DAX. Ele contém as 30 maiores empresas da Alemanha. Se os EUA imporem novas tarifas sobre produtos alemães, essas empresas inevitavelmente sofrerão as consequências, fazendo com que o DAX caia nas notícias.

Dicas de negociação
A maioria das empresas alemãs são exportadoras, ou seja, geram os seus lucros principalmente fora da Alemanha. Um Euro fraco causa melhores taxas de conversão nos produtos vendidos no exterior. As vendas aumentam, junto com os lucros e o valor total da empresa. De um modo geral, quanto mais fraco o Euro fica, mais se espera que o DAX suba.

  1. CFDs de ações

O preço de uma ação reflete o valor de um investimento numa empresa. Isso é determinado dividindo o valor total da empresa pelo número total de ações emitidas. A flutuação do mercado é determinada principalmente pela oferta e procura. Os dados corporativos também terão uma influência significativa no valor das ações.

É importante lembrar que quando se opera com CFDs de ações, não compra as ações em si, mas, em vez disso, firma um contrato com a corretora para liquidar a diferença de valor entre o preço de entrada e saída das ações. Com os CFDs, pode vender ações com a mesma facilidade com que compra, o que lhe permite tirar vantagem dos movimentos de preços, mesmo num mercado em queda.

Exemplo
Suponhamos que as ações da Coca-Cola fossem negociadas a um preço de 36,195 euros e, no total, a Coca-Cola tenha emitido 4,39 biliões de ações. Este é o número máximo de ações disponíveis para compra. Se uma ação valer 36,195 euros, toda a Coca-Cola valerá um total de 158,9 biliões de euros.

Dicas de negociação
A Apple apresenta os seus novos produtos no início de Setembro. Tanto no dia do anúncio oficial, como nos dias seguintes, o preço das ações da Apple tende a ser volátil. Os clientes processam as informações e formam uma opinião se os novos produtos são bons ou maus. Portanto, é muito provável que um lançamento sensacional empurre os preços das ações APPL para cima. Por outro lado, um lançamento decepcionante reduzirá a procura pelo produto e pode reduzir a APPL.

  1. CFDs de criptomoedas

Uma criptomoeda é uma moeda digital ou virtual projetada para funcionar como meio de troca. As criptomoedas operam independentemente de bancos e governos, mas ainda assim podem ser negociadas, ou neste caso especuladas, como qualquer moeda física. As moedas digitais usam criptografia para proteger e verificar transações, bem como para controlar a criação de novas unidades.

A BDSwiss permite que especule sobre o valor de várias criptomoedas sem possuí-las por meio de negociação de CFDs. Os pares de CFDs de criptomoedas são negociados da mesma forma que os pares de forex, o que significa que há sempre uma cotação e uma moeda base em cada par. Na BDSwiss, pode negociar todas as principais criptomoedas, incluindo Ripple, NEO, Dashcoin, OmiseGO, Zcash, EOS, Iota, Monero, Bitcoin Cash, Bitcoin, Ethereum e Litecoin com várias moedas fiduciárias, como EUR e USD.

Exemplo
Suponhamos que deseja investir em Bitcoin porque acha que o seu preço está prestes a valorizar-se. Em seguida, precisa considerar como o BTC se sairá em relação ao EUR ou ao USD. Se o euro tiver um bom desempenho no dia, por exemplo, isso pode significar que a alta de bitcoin não será tão dramática em relação a um Euro forte. Então, vamos supor que opta por negociar BTC/USD, porque acha que a bitcoin terá melhor desempenho em relação ao USD. Se o BTC/USD subir, terá lucro, se o BTC/USD cair, sofrerá uma perda.

Dicas de negociação
A propaganda intensa da média pode facilmente levar a um aumento no preço da criptomoeda, enquanto notícias negativas podem levar a um declínio no seu valor. Por exemplo, notícias que assustam os usuários de bitcoin, como violações na segurança do blockchain ou fundos roubados de carteiras de bitcoin, podem fazer com que os preços de BTC caiam à medida que os investidores perdem a confiança na criptomoeda. Por outro lado, quando os governos adotam Bitcoin ou afirmam que ela pode ser regulada, os preços do BTC tendem a subir.