Lesson

Compreender a negociação de margem

A negociação de margem refere-se à prática de utilizar o capital emprestado de uma corretora para negociar um ativo financeiro. O capital serve de garantia para um empréstimo efetivo da corretora. Em caso de perda, a corretora pode fazer um “aviso de margem”, encerrando as transações em aberto sem o consentimento prévio do investidor/cliente.

Com a BDSwiss, todos os clientes têm a garantia de que as suas contas não podem ficar abaixo de zero. Todos os avisos de margem são realizados automaticamente através do MetaTrader, de acordo com as nossas condições de negociação.

Importa notar que a margem designada não é um custo ou uma taxa – é apenas uma parte do saldo da conta do cliente que é reservada para fins de negociação.

Margem em moeda estrangeira

A negociação pode ser realizada de múltiplas formas, com uma variedade de objetivos, expectativas e resultados. Alguns investidores optam por especular a curto prazo, outros procuram investir a longo prazo.
Como parte essencial da negociação especulativa, a negociação de margem, também conhecido como “alavancagem”, desempenha um papel enorme na estratégia de um investidor.

A alavancagem tornou possível a especulação individual nos mercados financeiros, mesmo com níveis de financiamento relativamente pequenos. Não há muito tempo atrás, apenas empresas especializadas ou indivíduos extremamente ricos eram capazes de especular sobre os movimentos de moedas, ações e matérias-primas. O mesmo não acontece hoje em dia.

A alavancagem tornou possível a especulação individual nos mercados financeiros, mesmo com níveis de financiamento relativamente pequenos. Um investidor que queira negociar 100.000$ em moeda nominal com um requisito de margem de 1%, teria de depositar 1.000$ enquanto os restantes 99% são fornecidos pela corretora. Numa conta de negociação com margem, os mesmos 1.000$ servem como depósito de garantia.

Como a alavancagem funciona na prática

Suponha que uma nova conta de negociação é aberta e financiada com 500$. Suponhamos também que o requisito de margem é de 1%, fazendo com que a alavancagem nesta conta seja de 100:1.

Através da alavancagem, as contas de negociação de margem permitem aos investidores aumentar artificialmente o poder de compra do seu depósito inicial até ao ponto do depósito inicial de 500$ se aproximar dos 50.000$ (100:1 de alavancagem) quando colocam uma ordem. Isto significa que o investidor pode potencialmente comprar ou vender aproximadamente 50.000$ em moeda nominal.

Suponha que o investidor decidiu comprar 0,1 lotes (10.000$) no par GBP/USD a um preço de 1,5000. Isto utilizaria até 20% da capacidade total da margem do investidor e significaria que o investidor se encontraria a ganhar (ou a perder) perto de 1$ por cada pip de ação do preço.

Se o par GBP/USD subisse de 1,5000 para 1,5100 (um movimento de 100 pip), a operação geraria um lucro de 100$. Pelo contrário, se o par GBP/USD cair de 1,5000 para 1,49000, a transação geraria uma perda de 100$.

Cuidados a ter com alavancagem

A alavancagem amplia os resultados das suas operações, o que significa que as contas de negociação com margem são uma faca de dois gumes: uma ferramenta que pode produzir resultados favoráveis e desfavoráveis, dependendo da prudência do investidor.

Tendo isto em consideração, é importante compreender que a alavancagem, em si mesma, não é a destruição de investidores principiantes, mas sim, a sua má utilização em relação ao saldo da sua conta.

A alavancagem amplia os resultados, mas a maioria dos principiantes prefere pensar nos ganhos potencialmente aumentados em vez de nas perdas potencialmente aumentadas.

No final de contas, faz parte da natureza humana, mas uma natureza que deve ser conscientemente mitigada de forma a assegurar uma abordagem disciplinada à assunção de riscos. A alavancagem só deve ser utilizada na medida em que não viole os seus principais limites de risco dentro da sua estratégia de negociação.